Educação nutricional de crianças para melhoria da qualidade de vida no adulto

S.P. GÓES-FAVONI

Abstract


Introdução: Doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) têm aumentando mundialmente, sendo a obesidade um dos fatores relacionados. Estudos nutricionais e nutrigenômicos comprovam que a dieta alimentar na primeira infância é um dos principais fatores de prevenção de DCNT e se aprendido na infância, o hábito alimentar saudável tende a perdurar na vida adulta. Objetivo: Desenvolver práticas de incentivo à alimentação saudável em pré-escolares através de atividades lúdicas. Métodos: Recortes, rodas de conversa e leitura de histórias foram utilizadas na escola para introduzir o tema durante algumas semanas. As famílias foram convidadas a montar junto com seus filhos uma lancheira contendo itens de livre escolha. No dia da atividade, as lancheiras foram avaliadas e todos os itens distribuídos aleatoriamente e foi solicitado que cada criança escolhesse três alimentos, sem orientação sobre a escolha. Resultados: A maioria das lancheiras continha itens saudáveis como frutas e não saudáveis como balas e confeitos e no momento da escolha, 95% das crianças optaram pelos alimentos considerados saudáveis. Balas, confeitos, refrigerantes foram escolhidos por alguns, mas não consumidos em sua totalidade pois primeiramente as crianças consumiram frutas escolhidas. Quando questionados sobre o motivo da escolha o principal relato foi de que alimentos considerados não saudáveis fazem mal à saúde e devem ser consumidos com moderação. Conclusão: O tema foi aprendido pelas crianças e considerando que quanto mais cedo uma dieta saudável for adotada maiores as chances de uma vida saudável, mais atividades sobre o tema devem ser realizadas.
■ Palavras-chave: educação nutricional, pré-escolares, alimentação saudável.
■ Keywords: nutrition education; early childhood, healthy diet.


Full Text:

PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.