Ingestão alimentar quantitativa e qualitativa de uma equipe de triatletas

F. G. D. CARVALHO, M. R. MANSUR, E. C. FREITAS

Abstract


Introdução: O triatlo é um esporte que demanda um elevado gasto energético, desta forma é importante que o atleta mantenha uma alimentação quantitativamente adequada às elevadas necessidades nutricionais, mas também qualitativamente adequada com base em diferentes aspectos de uma dieta saudável. Objetivo: Avaliar a ingestão alimentar de triatletas no âmbito da qualidade e quantidade, considerando o consumo de macronutrientes. Métodos: Participaram do estudo 18 triatletas (19 a 50 anos). Foi realizada aplicação de questionário de frequência alimentar, e solicitado aos atletas que fizessem registro de 7 dias de sua alimentação, no qual deveriam relatar os horários, alimentos e respectivas quantidades consumidas por dia. Os dados qualitativos obtidos foram analisados segundo o método de avaliação da qualidade global da dieta, denominado Índice de Alimentação Saudável (Healthy Eating Index, HEI- 2005). Resultado: Constatou-se que o valor calórico total (VCT), a quantidade de carboidratos e lipídios consumidos estão abaixo da recomendação para atletas (53,5 % e 23% do VCT, respectivamente), e o consumo de proteínas está elevado (23,5%), o que corresponde ao consumo médio de 1,6 g/Kg/dia. Entretanto, 63,6% dos atletas apresentaram consumo de uma dieta classificada como “bom”, nos parâmetros do HEI. Conclusão: Os triatletas do presente estudo apresentam inadequações na ingestão de macronutrientes que são importantes subtratos energéticos para a prática de triatlo, sendo que, a longo prazo, este comportamento pode comprometer o desempenho do atleta. No entanto qualitativamente a dieta consumida classificada como padrão “bom” e apresenta diversos aspectos positivos considerando-se uma dieta saudável.
■ Palavras-chave: triatlo, consumo alimentar, alimentação saudável.


Full Text:

PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.