Efeitos da suplementação de taurina associada à achocolatado de baixa caloria após o treino sobre o peso e a porcentagem de gordura corporal de triatletas

B. S. M. GALÁN, F. G. D. CARVALHO, C. C. DATO, P. C. SANTOS, R. B. GOBBI, J. S. MARCHINI, E. C. FREITAS

Abstract


Introdução: A suplementação de taurina pode estimular o aumento do gasto energético e favorecer o aumento da biogênese mitocondrial, desta forma, acredita-se que a utilização de taurina associada ao achocolatado no pós-exercício possa beneficiar o potencial aeróbio de triatletas e consequentemente promover a manutenção de baixos níveis de gordura corporal, além de favorecer a recuperação após o treino. Objetivo: Avaliar os efeitos da suplementação de taurina e achocolatado de baixa caloria sobre o peso e a porcentagem de gordura corporal de triatletas. Métodos: Participaram do estudo 12 triatletas do sexo masculino de 25 a 35 anos, com peso médio de 77±8 kg e altura de 1,79±0,07 m, no qual foi oferecido diariamente três gramas de taurina em cápsulas, e 400 ml de achocolatado pronto para beber de baixa caloria após o treino, durante oito semanas. Antes e após a suplementação foram medidos peso e altura para cálculo de Índice de Massa Corporal (IMC), e as dobras cutâneas para cálculo da porcentagem de gordura corporal. Resultados: Os atletas apresentam-se eutróficos, de acordo com a classificação do IMC. Apesar da adição das 184 kcal do achocolatado, não ocorreram alterações no peso e na porcentagem de gordura corporal (8,06 % ± 3,82 % antes, e 7,98 % ± 3,28% após a suplementação), e manteve a classificação “excelente” para porcentagem de gordura. Conclusão: A suplementação de taurina associada ao achocolatado não interferiu no peso e na porcentagem de gordura de triatletas, sendo que os atletas mantiveram estado nutricional adequado e porcentagem de gordura “excelente”.
■ Palavras-chave: Triatletas, taurina, achocolatado e porcentagem de gordura.


Full Text:

PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.