Percepção de consumidores sobre os riscos e benefícios de alimentos transgênicos

S. P. GÓES-FAVONI, C. C. B. ASSIS, M. OSHIIWA

Abstract


Introdução: Alimentos transgênicos (AT) obtidos através da biotecnologia despertam interesse e controvérsias desde seu surgimento na década de 80. Pesquisas em todo o mundo revelam índices elevados de desaprovação de AT atribuídos, em sua maioria, à falta de informação da população. Objetivos: Averiguar o conhecimento dos consumidores da cidade de Marília-SP sobre AT e biotecnologia. Métodos: foram realizadas 394 entrevistas domiciliares aplicando questionários quanti-qualitativos em 42 bairros de classes econômicas A e B. Os dados obtidos foram avaliados pelos testes de Qui-quadrado e Exato de Fisher. Resultados: Trezentos e dois consumidores afirmaram saber sobre alimentos transgênicos, porém 59,9% confirmaram conhecimento parcial do assunto. Dos entrevistados, 53,6% desaprovam AT, embora a maioria aprove o uso da biotecnologia para melhorias da qualidade de vida, principalmente à qualidade ambiental e nutricional (90,9% e 79,4% de aprovação, respectivamente). Sobre rotulagem dos alimentos, 68% dos entrevistados afirmaram ler rótulos dos produtos que consomem, porém parte deste público desconhece AT disponíveis para compra, indicando que a aprovação ou desaprovação destes alimentos não se traduz na escolha do produto no momento da compra. Conclusão: a falta de informações precisas sobre o assunto gera dúvidas ao consumidor e constitui o principal motivo da desaprovação de AT. Sugere-se que a assimetria entre percepção dos benefícios da biotecnologia e a rejeição de seus produtos só será corrigida quando a sociedade tiver acesso amplo a informações precisas e coerentes sobre a biotecnologia moderna.
■ Palavras-chave: aceitabilidade, bolo, farinha, subproduto.
■ Keywords: transgenic foods, biotechnology, genetically modified foods.


Full Text:

PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.